• O Mobilegeddon, como muitos têm falado, surgiu com a premissa de beneficiar sites mobile friendly em posicionamento, o que, segundo o porta-voz do Google Zineb Ait Bahajji, surtiria efeitos mais visíveis do que as grandes mudanças passadas, Panda e Penguin.

    O Mobilegeddon, até então temido por muitos empresários e proprietário de sites, entrou em vigor mundialmente no dia 21 de Abril. Entretanto, até agora, nada havia sido divulgado de maneira concreta sobre os reais efeitos dessa atualização nas SERP.

  • O Google Adwords é o caminho mais curto até o seu novo cliente! Pois de forma objetiva o Google Adwords consegue acionar seu anúncio somente quando alguém procura o seu produto na busca do Google e esta dinâmica de negócio pode ajudar muito no crescimento do seu negócio pela internet.

  • Hoje ter um grande site, bem estruturado e prontinho para fazer suas vendas é cada vez maior entre as empresas, mas depois de toda a criação, conteúdos e produtos, como fazer com que ele seja conhecido pelo seu público alvo?

    Existem diversas formas de divulgar o seu site, algumas você mesmo pode fazer, outras é mais adequado que uma empresa de marketing digital tome a frente para auxiliá-lo da melhor forma.

  • Uma boa campanha de Adwords, deve-se a diversos fatores, dentro da própria campanha e também dentro do seu website, que muitas vezes é esquecido pelas empresas na hora do investimento.

  • Sabemos que não é uma prática recomendada anunciar um produto no Google e direcionar o visitante para a página inicial do site, a 5 cliques de distância da página com informações do produto anunciado. Landing Pages são uma forma eficiente de se passar em uma única página as informações mais importantes para divulgar e vender o produto ou serviço anunciado.

  • Facebook, Google AdWords e E-mail Marketing: veja por que a união dos três engloba pontos de contato digitais que são tiro e queda para encontrar seu público.

    1) Quando ele acessar o Facebook, aparecerá a sugestão para que ele curta sua página ou clique no seu anúncio.

    2) Quando o usuário estiver fazendo pesquisas no Google e usar a palavra-chave que você escolheu para seu anúncio, sua empresa aparece.

    3) Captando o e-mail dos interessados no seu negócio, através de ações de captação futuros clientes, como landing pages e ofertas,  nas quais você poderá estreitar o relacionamento com seus novos clientes no conforto de uma automação de marketing por e-mail.

  • A tendência é sua amiga.

    Por que? As tendências geralmente se tornam a norma e entrar no início permite que você aproveite seu poder sem muita concorrência ou ruído. Escreva algo como "apenas" uma tendência e você pode chegar atrasado para a festa do ano.

    Lembra quando o Facebook era uma "tendência"? Ou Twitter? Instagram? Agora, esses são um componente chave para o seu plano de marketing digital (caso não sejam, eles deveriam ser).

  • Você está escrevendo para seu blog e percebe que as pessoas estão lendo isso, eles estão clicando em seus links e chegando ao seu conteúdo. Seus esforços estão finalmente dando certo com um fluxo constante de tráfego.

    A boa notícia: Os blogs são uma maneira popular, eficaz e acessível de levar as pessoas ao seu domínio digital.

  • Erro # 1: nenhum apelo à ação

    O objetivo de uma página deve ser óbvio para qualquer visitante. O que você deseja que um visitante que chega em sua página faça a seguir? Muitos de nossos clientes não são e-commerce, por isso pode parecer menos óbvio; no entanto, supondo que você quer que alguém permaneça no seu site, o que vem a seguir?

    Mesmo se a resposta for "Eu quero que eles visitem minha loja", facilite para eles. Adicione um botão proeminente "Visite nossa loja". Se é uma página de blog simples, quais são os próximos artigos do blog que alguém deve ler com base no que eles acabaram de ler? Ou você tem um e-book relevante que gostaria de baixar? Você os conseguiu até o final do seu post - não perca o visitante porque eles não têm certeza do que fazer a seguir!

© 2020 Center Designer. Todos os direitos reservados.