Blog

Qual o melhor momento para um rebranding?

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Para sobreviver, uma marca deve estar sempre presente na mente e no dia a dia das pessoas e, para isso, às vezes é preciso mudar, inovar e se reinventar!

Mas você sabe como identificar o momento ideal para um rebranding? Se esse processo for feito sem um planejamento cauteloso, você pode ter mais problemas do que retornos.

Definindo o rebranding

Rebranding é o nome dado ao processo de revisão da identidade, público-alvo, mix de produtos, comunicação e posicionamento de uma marca no mercado. É um processo no qual devem ser revisados todos os itens que compõem uma marca, para trazer uma transformação profunda e eficaz. Sendo assim, além de bem planejado, é preciso haver envolvimento de todos.

Assim com o branding, o rebranding tem como um dos pontos principais: missão, visão, valores, vantagens, proposta de valor, diferenciais e estratégia da marca. Esses pontos devem estar alinhados com a estratégia do negócio e a comunicação precisa ser efetiva.

Há alguns indícios de que uma marca precisa passar por um rebranding. Eles podem ser originados pelo mercado, pelos concorrentes, pela percepção do próprio administrador ou pelos funcionários da empresa. Veja a seguir:

Sua marca está desatualizada?

A identidade visual de uma marca é um dos itens que mais chamam a atenção, em um primeiro momento. Por isso, a identidade da empresa deve representá-la apropriadamente e estar sempre atualizada. Afinal, tudo evolui e muda o tempo todo — e com o visual da sua marca, não poderia ser diferente!

A nova marca deve passar os novos conceitos para seus clientes, deve ser algo que remeta ao objetivo fim do produto ou serviço. Na etapa de revisão da identidade, é importante que sejam revisados os fundamentos da marca. Repagine e reinvente sua marca!

Relação produto vs. marca

Se a mensagem que sua marca passa já não se adequa mais aos produtos da empresa, esse é mais um indício de que você precisa partir para um rebranding. Marcas modernas têm identidades que podem se adaptar a qualquer situação. Portanto, analise se sua marca é flexível, se pode ter as cores, tamanho e usos adaptados, de acordo com suas necessidades atuais.

A marca que será vendida vai muito além do seu aspecto visual, ela deve ser percebida pelo cliente por sua qualidade em diversos aspectos: atendimento, postura dos empregados, estoque adequado etc. Se não houver coerência entre a marca e a experiência de compra do cliente, o rebranding tende a falhar.

Compare-se com a concorrência

É importante observar como estão seus concorrentes mais poderosos. Você deve saber qual é a percepção do mercado com relação a eles e quais são as possíveis ameaças à sua marca. Por quê? É fundamental que sua empresa esteja no mesmo nível ou acima da concorrência. E, se achar que não está, atualize-se já!

Questão de sobrevivência

Considerando as questões analisadas acima, é possível saber quando é necessário fazer um rebranding. Mas há diversas outras situações que podem indicar a necessidade de umrebranding urgente! Quando os resultados financeiros estão sendo prejudicados pela redução de market share, por exemplo, não há alternativa! É preciso que a empresa analise sua posição atual no mercado e inicie, o quanto antes, um reposicionamento.

Essas estratégias de reposicionamento buscam melhorar os lucros, fluxo de caixa, atração e fidelização do público. Além disso, pesquisas podem ajudar muito para o sucesso do reposicionamento. Portanto, escutar o seu público pode ser muito útil. Fique atento a isso!

 



Quero receber mais conteúdo

© 2020 Center Designer. Todos os direitos reservados.